Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Reflexão do Advento

Quarto Domingo do Advento

D. Laurence Freeman

Assim que Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou em seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.

O não nascido, aquilo que não se vê, nos faz sentir sua presença em nossa vida de dentro para fora. Se confiarmos exclusivamente nas evidências exteriores dos nossos sentidos, perderemos as dimensões mais importantes da realidade. 

Leia mais...

Terceiro Domingo do Advento

D. Laurence Freeman

Não existe nada mais encantador que uma criança que espera ansiosamente por alguma coisa com a total convicção de que o que está por vir será a mais sublime alegria. O evangelho de hoje nos diz, bem discretamente, que havia um ‘sentimento de expectativa’ entre as pessoas quando ouviram a boa notícia dos lábios de João Batista. Sua verdade dele as motivou a ousar ter esperança. 

Leia mais...

Segundo Domingo do Advento

D. Laurence Freeman

A preparação para a encarnação começa com 'uma voz que clama no deserto'. No evangelho de hoje é João Batista quem primeiro reconhece o que temos esperado tão ansiosamente. Ele é a voz. Jesus é a palavra. A voz que a voz comunica através do ar puro do deserto silencioso e ermo. 

Leia mais...

Primeiro domingo do Advento

D. Laurence Freeman

"Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis." 
Jesus no Evangelho de Lucas (21, 34)

Antecipando um pouco o ano novo oficial e secular, o Advento marca o início do ano cristão. Isso, é claro, não interessa à maioria das pessoas; mas para aqueles de nós que observamos essa data, há uma possibilidade de reconsiderar nossa relação com o tempo.

Leia mais...

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.