Leitura da Semana

Acesse mais leituras e mensagens de D. John Main e D. Laurence Freeman:

Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Quarta-feira de Cinzas

D. Laurence Freeman

Em um mosteiro que visitei recentemente há um programa de um mês para recuperação de dependentes químicos que é muito bem sucedido. Fiquei impressionado com o juramento que eles fazem no início do tratamento. É literalmente um voto pela “verdade”. Isso implica um compromisso de cumprirem todo o percurso sem desistir. Ou – como é da natureza humana – começar de novo se desistirem.

Este “voto” pode ser tomado em nome da fé específica de cada um ou em nome do universo. Seja qual for a fórmula é um ato de confiança neles mesmos, em sua profundidade e dimensão transcendente, ou seja, em sua capacidade de serem íntegros.

Quaresma é um programa parecido. Hoje muitos cristão são vividamente lembrados de nossa mortalidade pelas cinzas marcadas em nossas testas. Este sinal nos abre para a humildade profunda e realismo pelos quais ambos, saúde e sabedoria, nascem. Então, hoje é uma oportunidade. Nós tomaremos o voto de sermos verdadeiros para aquela interioridade profunda e seja qual for o mistério que nos envolve conforme adentramos nela?

O que devemos fazer? Os soldados e cidadãos uma vez foram ao deserto perguntar a João Batista exatamente essa questão. A tradição antiga diz que há três dimensões no aspecto ascético (treinamento) da jornada espiritual. Nós podemos pensar em escolher fazer uma coisa em cada categoria.

Moderar ou renunciar alguma coisa. Só você sabe o que deveria ser – um hábito prejudicial ou danoso à saúde, seja do corpo ou espírito? Qualquer coisa que banalize ou nos faça perder tempo. Qualquer coisa que nos controle ou nos dê uma falsa sensação de conforto.

Iniciar ou fortalecer algo. Proeminentemente talvez nossa meditação. Fortalecer essa boa prática espalha benefícios em todo o nosso universo pessoal, tanto interno quanto externo.

Doar algo. Anonimamente. E sem esperança de reconhecimento ou recompensa. E mesmo abrindo mão da autossatisfação que isso possa nos trazer. Poderia ser dinheiro, tempo ou um sorriso para um caixa de supermercado que pareça esgotado e com péssimo semblante.

Um desses atos a cada dia, mas sem a ganância de ser perfeito. Apenas com a intenção de sermos verdadeiros a nós mesmos. Dessa maneira, Quaresma nos eleva e pode ser divertida. E em pouco tempo estaremos prontos para vermos mais.

"Entenda o que está à sua frente e o que está oculto lhe será revelado."
(Evangelho de Tomé)

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.