Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Quarta-feira da 2ª Semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Voltemos aos hábitos. Quaresma é sobre eles. Mark Twain disse que nada precisa de reforma do que os hábitos dos outros (Retire o galho do seu próprio olho antes de apontar para o cisco no olho de outra pessoa).

Quaresma é sobre o reparo dos nossos próprios hábitos.

Há hábitos que através de baixo nível de consciência já se tornaram verdadeiras compulsões ou mesmo vícios. É duro e humilhante admitir isso especialmente para nós mesmos. Mas, assim como no programa dos Doze Passos (AA), nós não atingimos a primeira fase a menos que admitamos que está ocorrendo. O quanto profundamente enraizado o hábito destrutivo se tornou determina a cura que leva ao renovado senso de liberdade em todos os aspectos de nossas vidas. Um vício em última instância envenena o inteiro senso de nós mesmos e nossa visão de mundo.

Há hábitos também que são disciplinas que aprendemos para implantar em nossas vidas. Eles se tornam doadores de vida, estabilizando forças e nos tornamos gratos quando são estabelecidos. Mas nunca podemos tomá-los como garantidos. Matrimônios são sacudidos após anos de complacência. E mesmo após muitos anos de meditação, acontecimentos ou forças internas podem balançar uma pessoa e faze-la desistir quando parecia haver segurança de saúde e sanidade.

Disciplinas são renovadas diariamente por um ato de fé. A escolha que um dia fizemos para começar precisa de constante confirmação. Isso nos ensina que a fé exige mas também dá uma recompensa imensa.

Alguns hábitos são rituais. Eles ocupam uma frequência diferente (nos dois sensos da palavra) em nossas vidas. Rituais são atos periódicos de renovação da fidelidade. Eles criam a mesma situação na qual começamos o hábito mas não se tornam velhos. Na verdade parecem nos rejuvenecer cada vez que os repetimos. A Eucaristia e outras formas de adoração expressam isso. Assim como o grupo semanal de meditação ou um retiro anual. Ou as práticas da Quaresma.

Tais hábitos geram um momento de transcendência nos impulsionando para a pura liberdade.

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.