Carta 28 - Escola de Meditação

ESCOLA DE MEDITACAO WCCM

Ano 1 - Carta 28

Por que Meditamos

Cara(o) Amiga(o)

 

A meditação com seu foco unidirecionado, seja ele na respiração, no movimento ou, em nosso caso, no mantra, é um caminho cientificamente comprovado para o relaxamento, tanto para o corpo, quanto para a mente.  Simplesmente por prestar atenção à nossa palavra, nossa respiração e ritmo cardíaco diminuem por si mesmos e, o corpo irrequieto se acalma. À medida que desaceleramos nossa respiração, o mesmo ocorre com nossos pensamentos. A respiração é a ponte entre o corpo e a mente.

 

John Main dizia: “Sua respiração deveria ser calma e regular. Permitir que cada músculo do seu corpo relaxe. Então, sintonize a mente com o corpo. A verdadeira tarefa da meditação é alcançar a harmonia entre corpo, mente e espírito.”

 

Então, simplesmente aceitando a natureza irrequieta de nossa mente, e repetindo amorosamente e com fé nossa palavra, apesar de tudo, os pensamentos e imagens vagarosamente se retiram para os bastidores.

 

É perfeitamente possível usar a meditação apenas por seus benefícios para o corpo e mente, como uma técnica de relaxamento, e parar por aqui. É maravilhoso parar a mente tagarela e abrandar o estresse e a tensão. É muito bom, por um tempo, estar longe das preocupações, ansiedades, esperanças e medos que geralmente nos cercam, e parar essa drenagem de energia da mente que gira em círculos e mais círculos.

 

Todavia, isso representaria uma oportunidade perdida; a meditação é muito mais do que apenas seus efeitos fisiológicos e corporais. Sem sombra de dúvida os efeitos no corpo e na mente são o primeiro passo importante no caminho da transformação, para a lucidez da visão e da consciência integral.

 

Quando conseguimos esta paz e harmonia aquietando mente e corpo, e conseguimos dar total atenção ao nosso mantra, podemos nos conscientizar do silêncio pacífico e harmonioso que habita nossos corações. “Nada descreve melhor a Deus do que o Silêncio”, dizia Mestre Eckhart, místico alemão do século XIV. A meditação é, portanto, uma disciplina espiritual, uma viagem de descoberta ao centro de nosso verdadeiro ser, onde Cristo reside, e ao mesmo tempo, uma viagem de descoberta para a presença de Deus. Uma vez feita esta descoberta, ela irá permear nossa vida e influenciar todas as nossas ações.

 

“O objetivo mais importante na meditação cristã é o de permitir que a presença silenciosa e misteriosa de Deus dentro de nós se torne, cada vez mais, não apenas uma realidade , mas A realidade em nossas vidas; permitir que ela se torne aquela realidade que dá sentido a tudo que fazemos e, a tudo que somos.”

Até a Próxima Semana

Escola da Comunidade Mundial para a Meditação Cristã
BRASIL

 

< Acessar outras Cartas

 

A Importância do grupo semanal de meditação